F-1: a emoção do trabalho em equipe

F-1: a emoção do trabalho em equipe

Luciana Brafman Há muito não considero Fórmula 1 um esporte. Fiz uma concessão na Era Senna, como muitos brasileiros. Naquela época, torcia de verdade. Desde 1994 sem a presença do campeão, só consigo enxergar uma competição à base de tecnologia e dinheiro, com destaque para o nome de grandes corporações, marketing à frente. Business.\ Neste […]